Três anos após chegar ao PSG, Neymar afirma viver seu melhor momento: “Muito aprendizado”

 Três anos após chegar ao PSG, Neymar afirma viver seu melhor momento: “Muito aprendizado”

Três anos se passaram desde que Neymar foi apresentado oficialmente no Paris Saint-Germain. De lá para cá, foram oito troféus levantados pelo camisa 10, mas ainda resta o sonho de vencer a Liga dos Campeões com o PSG, conquista inédita para o clube. No aniversário da chegada ao clube, o brasileiro afirma viver o melhor momento na capital francesa.

– Esses três anos foram de muito aprendizado. Vivi tempos de alegria e outros complicados, especialmente quando fui impedido de jogar por causa das lesões. Com ajuda dos companheiros consegui superar e focar no que realmente importa para todos, que é o nosso desempenho em campo traduzido em títulos. O torcedor, o clube, os fãs todos podem ver a entrega do nosso time em qualquer jogo. – comentou Neymar.

A temporada atual tem sido especial para jogador e para o PSG. O clube conquistou três títulos até o momento: Campeonato Francês (encerrado mais cedo devido à pandemia de coronavírus), Copa da França e Copa da Liga Francesa. Para fechar com chave de ouro, falta a taça da Champions League, nunca levantada pelos parisienses. No próximo dia 12, aniversário de 50 anos do PSG, a equipe disputará contra a Atalanta o confronto único pelas quartas de final, em Lisboa.

– Acredito que vivo hoje meu momento mais especial no Paris. Formamos uma família em prol do grande objetivo que temos pela frente. Queremos marcar a temporada com a Champions. Vamos lutar por isso, porque nunca estivemos tão perto.

+ Três anos, oito títulos e o sonho da Champions para cumprir: PSG celebra aniversário da chegada de Neymar

Individualmente, Neymar desbancou Raí como brasileiro com mais gols pelo PSG. Ele tem 74 (com amistosos incluídos), dois a mais que o ídolo da década de 90. Em jogos oficiais, porém, o camisa 10 tem 70. O craque de 27 anos também comentou as adaptações ao futebol francês.

– Os ajustes acontecem jogo a jogo. É um futebol de marcação forte e com jovens habilidosos e rápidos. Meu recurso é o drible para tirar o marcador e ajudar um companheiro a fazer o gol. É como gosto de jogar.

Notícias relacionadas