Abilio Jr e Wellaton fazem live para ‘desmentir fake news’

 Abilio Jr e Wellaton fazem live para ‘desmentir fake news’

(Foto: reprodução)

O candidato à Prefeitura de Cuiabá, Abilio Junior (Podemos), fez uma Live na tarde desta quinta-feira (26) para “desmentir fake news” das quais tem sido alvo. Na ocasião, tratou de diversos assuntos, entre eles: acusações de machismo, a madrasta como servidora fantasma, denúncia de servidoras da Secretaria da Mulher, denúncia de agressão a uma mulher em posto de combustível, e várias outras notícias.

Abilio começou esclarecendo sobre as acusações de que ele mantinha sua madrasta como servidora fantasma na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

“A minha madrasta trabalhou na Assembleia, naquela ocasião eu não trabalhava lá. Antes disso, eu não era vereador, não tinha como eu indicar pra ela trabalhar lá. Tem 15 anos que não moro com meus pais e não tem como eu acompanhar a vida deles”, disse.

Sobre as acusações de machismo, Abilio disse que, para provar à população cuiabana que não é, dará voz às mulheres.

“Isso é fake news, eu não sou assim. Inclusive, Abilio e Wellaton darão voz às mulheres, as mulheres que mandarão na prefeitura”, prometeu.

Mudando de assunto novamente, comentou sobre a denúncia de cinco servidoras da Secretaria da Mulher de Cuiabá, que o acionaram por injúria e difamação. Nesta quarta-feira (25), ele foi intimado para depor na Delegacia da Mulher, mas não compareceu e sua defesa pediu reagendamento para depois do resultado da eleição de domingo (29).

Acontece que Abilio, de acordo com a denúncia, invadiu a Secretaria da Mulher, no dia 27 de outubro. Lá, ele transmitiu tudo ao vivo em suas redes sociais. Segundo o candidato, ele teria feito isso para “conhecer” a Secretaria.

“Olha, inclusive quero fazer uma denúncia aqui. Isso está sendo usado pela própria delegada para tentar distorcer. Isso tudo é para tentar nos constranger. Eu encaminhei o vídeo que transmiti ao vivo para a delegada. Não teve nenhuma invasão e não tratei ninguém mal”, disse.

Ele ainda citou vídeo que tem circulado com declarações de uma mulher, que afirma ter sido agredida por ele em um posto de combustível na Capital. “Gente, eu não sei que história é essa. Não conheço essa pessoa, nunca vi na minha vida. Isso são acusações graves”, esclareceu.

Abilio e o seu candidato a vice, Felipe Wellaton (Cidadania), disputam pelo Palácio Alencastro nesse segundo turno contra o atual prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB).

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *