Avô de Isadora diz que não fugiu com neta e alegou exposição da criança

 Avô de Isadora diz que não fugiu com neta e alegou exposição da criança

Foto: Divulgação

O defensor público Air Praeiro, avô da pequena Isadora Pedroso, negou que tenha fugido com a neta nesse domingo (7). Uma decisão judicial mandou que ele a entregasse para a mãe, Marina Pedroso, porém não o fez. Por meio de nota, divulgada à imprensa nesta segunda-feira (8), o avô pediu respeito alegando que tem sido massacrado, por se manter em silêncio em relação ao caso.

Segundo informações, Marina está sem ver a filha há mais de 100 dias. A menina foi passar férias com o pai João Vitor Almeida Praeiro e deveria voltar para casa após 5 dias. Atualmente a guarda estava com o avô, contudo um recurso ingressado pela mãe foi deferido e ela ficará com a tutela da criança.

O combinado era que Isadora fosse entregue, na noite deste domingo, no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na saída de Cuiabá. Air Praeiro foi notificado por um Oficial de Justiça sobre a nova decisão judicial, mesmo assim descumpriu a decisão.

Ainda nesta segunda-feira deve ocorrer a audiência entre a mãe, o avô e o pai para tratar da guarda na menina. A sessão acontecerá no Fórum de Cuiabá.


Veja a nota de Air Praeiro na íntegra:


Como já disse antes, preciso preservar minha neta de toda essa exposição. Apesar de estar sendo julgado e massacrado pelo meu silêncio, informo a todos que seguirei firme nessa posição, pelo bem da minha neta e do devido processo legal. Informo ainda que não houve nenhuma “fuga”, jamais me furtaria de cumprir com uma determinação judicial, assim estou fazendo, sobretudo, porque acredito que o Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso tem competência para decidir o melhor para a Isadora.

Como avô peço que respeitem esse momento e como ser humano desejo que ninguém passe pelo que estamos passando!

Digiqole ad

Roger - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.