Biblioteca da escola Professora Maria Dimpina ganha espaço moderno e climatizado

 Biblioteca da escola Professora Maria Dimpina ganha espaço moderno e climatizado

Com salas modernas, bem iluminadas e um espaço totalmente reformado, a Esola Cívico Militar Professora Maria Dimpina Lobo Duarte, na região do Coxipó, é a primeira unidade nesse formato em Cuiabá. Entregue pelo prefeito Emanuel Pinheiro no último dia 2 de junho, a unidade educacional tem agora uma biblioteca moderna e climatizada.

O espaço ganhou mesas, cadeiras e prateleiras novas, que resultam em conforto e bem estar aos estudantes e 2.500 exemplares que estarão à disposição dos 544 estudantes que, por hora, estão sem aulas presenciais em decorrência das medidas impostas pela pandemia.

A bibliotecária Sebastiana Correa da Silva, que há mais de 20 anos trabalha na unidade, relatou sua alegria em ver uma biblioteca moderna e organizada. “Estou muito animada com a reforma geral da escola e também com nossa nova biblioteca’’, contou a profissional salientando que “assim que as atividades presenciais forem retomadas, os estudantes poderão contar com um acervo renovado, com livros novos que abordam vários temas”, disse ela.

A escola teve problemas estruturais em 2018, quando parte do teto desabou após uma forte chuva e foi interditada pela defesa civil e Corpo de Bombeiros. Por esse motivo, os estudantes passaram a ocupar salas móveis instaladas no local.

Em junho de 2019, a prefeitura começou a reforma da escola, colocando novos pilares e reforçando a estrutura e paredes que foram comprometidas com a chuva. Toda a unidade passou por obras e agora já é considerada uma das mais modernas da região.

A coordenadora pedagógica da ECIM Profª Maria Dimpina Lobo Duarte, Taciane Garcez Maurício disse que a equipe pedagógica está trabalhando no planejamento para utilização dos novos espaços da unidade, entre eles o da Biblioteca. Segundo a coordenadora, serão adquiridos novos títulos, por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE Interativo), uma ferramenta de apoio à gestão escolar, desenvolvida pelo Ministério da Educação, em parceria com as Secretarias de Educação, com o objetivo de prestar assistência financeira para as escolas, em caráter suplementar, contribuindo para manutenção e melhoria da infraestrutura física e pedagógica das unidades e, com isso, a elevação do desempenho escolar. “Temos também a possibilidade de comprar livros didáticos através verbas, nesse caso, para alguns títulos específicos. Além disso, o Ministério da Educação disponibiliza livros paradidáticos, didáticos e outras obras”, explicou a coordenadora pedagógica Taciane Garcez Maurício.

Bibliotecas escolares

A Lei 12.244, de 2010 prevê que as bibliotecas escolares disponibilizem pelo menos um exemplar para cada estudante. Em Cuiabá, a média é de três exemplares por estudante.

Na política pedagógica do Município, Escola Cuiabana Cultura, Tempos de Vida, Direitos de Aprendizagem e Inclusão, as bibliotecas são definidas como um espaço importantes de ação pedagógica das unidades educacionais e da sociedade.

“Na gestão Emanuel Pinheiro, esses espaços vêm sendo para que se tornarem aptos a influenciar o gosto pela leitura, uma função fundamental para a formação de leitores, sejam eles crianças, adolescentes ou adultos. Além disso, no Ciclo de vida da Infância, o contato com o ambiente da brinquedoteca ou da biblioteca proporciona o aprendizado e o desenvolvimento das funções cognitivas e motoras, afetivas e sociais”, explicou a secretária Municipal de Educação, Edilene de Souza Machado.

Reformas 

De 2019 até este ano, 15 bibliotecas foram implantadas ou implementadas nas unidades educacionais.

As unidades passaram por reforma ou revitalização e ganharam novos espaços de Bibliotecas. São elas, as Escolas Municipais de Educação Básica (EMEB) Dom Bosco do Praeirinho, Floriano Bocheneki, Gracildes Dantas, Guilhermina de Figueiredo, Irmã Maria Betty, São Sebastião, Tereza Benguela, Herbert de Souza, Ezequiel P. R. Siqueira, Joana Dark, Padre Raimundo Pombo, Rafael Rueda, Senador Darcy Ribeiro e as Escolas Municipais de Educação Básica do Campo (EMEBC) Hilda Caetano de Oliveira e Profª Benedita Rodrigues Xavier.

Hoje a rede pública municipal de Educação possui 64 bibliotecas escolares nas Escolas Municipais de Educação Básica e do Campo (EMEB e EMEBC), além de  22 espaços de leituras nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI), Centros de Educação Infantil Cuiabano (CEIC) e creches.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *