Com falta de leitos, Governo abre 10 de UTI em Alta Floresta

 Com falta de leitos, Governo abre 10 de UTI em Alta Floresta

(Foto por: Tchélo Figueiredo | Secom-MT )

O Governo de Mato Grosso, em parceria com a Prefeitura de Alta Floresta, disponibilizou nesta sexta-feira (19) mais 10 leitos de Terapia Intensiva (UTI) para o tratamento da Covid-19 no Hospital e Maternidade Santa Rita. Com o incremento, o Estado chega à ampliação de 50 vagas de UTI em 11 dias.

No dia 08 de fevereiro, foram disponibilizados 10 novos leitos de UTI no Hospital Estadual Santa Casa e, no dia 10 do mesmo mês, 10 novos leitos de Terapia Intensiva no Hospital Metropolitano. Em parceria com as gestões municipais, também foram ampliados 10 leitos de Terapia Intensiva em Primavera do Leste no dia 12 de fevereiro e 10 leitos em Nova Mutum no dia 15.

Inicialmente, o Governo do Estado irá financiar 100% do funcionamento dos novos leitos, sendo R$ 2 mil a diária de cada leito. Esse valor será pago até que os municípios consigam a habilitação por parte do Ministério da Saúde. Depois de habilitado, o Governo Federal deverá investir R$1.600 e o Estado completará a diária com R$ 400.

O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, destacou que a gestão estadual envida esforços para ampliar a rede assistencial e garantir o atendimento hospitalar à população mato-grossense. “Essas ampliações são necessárias para que possamos ficar numa situação menos desconfortável e ter leitos de UTI suficientes para caso haja o rápido agravamento da pandemia. O Governo do Estado e as Prefeituras trabalham muito para ampliar a estrutura neste momento”, declarou.

Com os novos leitos em funcionamento, o Hospital e Maternidade Santa Rita, em Alta Floresta, passa a contar com o total de 20 leitos de UTI e 30 leitos de enfermaria para o tratamento da Covid-19.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) ainda estuda a ampliação de leitos em Querência, Cáceres, Rondonópolis, Sinop e Lucas do Rio Verde. Também serão ampliados outros 20 leitos de UTI no Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá.

Na última quinta-feira (18.02), Mato Grosso registrou 73,76% de ocupação das UTIs públicas referenciadas para o tratamento da Covid-19. Pelo Sistema Único de Saúde (SUS), restam 116 leitos de Terapia Intensiva disponíveis em todo o estado; as vagas são exclusivas para o atendimento de pacientes com coronavírus.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *