Cuiabá recebe 6.410 novas doses da vacina contra a Covid-19 nesta sexta-feira, 26

 Cuiabá recebe 6.410 novas doses da vacina contra a Covid-19 nesta sexta-feira, 26

(Foto: Luiz Alves)

Os municípios de Cuiabá e Várzea Grande retiraram 8.690 mil doses da vacina da AstraZeneca e CoronaVac nesta sexta-feira (26) na sede da Rede de Frio. Os imunizantes integram as remessas encaminhadas pelo Ministério da Saúde na quarta e quinta-feira (24 e 25).

Conforme pactuado em decisão colegiada, o município de Cuiabá retirou 4.350 doses da vacina da AstraZeneca e 2.060 doses da vacina CoronaVac. Já Várzea Grande retirou 1.480 doses do imunizante da AstraZeneca e 800 doses da CoronaVac.

A orientação do Ministério da Saúde é para que o quantitativo das doses da CoronaVac seja destinado aos idosos de 80 a 84 anos ou para a segunda aplicação em pessoas já imunizadas com a primeira. Já o imunizante da AstraZeneca deve ser destinado à aplicação da primeira dose em idosos de 85 a 89 anos e trabalhadores da saúde.

“Recebemos o último lote da CoronaVac ontem, por volta das 10h, e trabalhamos na conferência e pactuação das milhares de doses. Hoje já realizamos as entregas para os municípios de Cuiabá e Várzea Grande. Na segunda-feira inicia a distribuição, com prioridade via aérea, para todas as demais regiões do estado”, explicou o gerente do Programa Estadual de Imunização em Mato Grosso, Thiago Rondon.

Vão receber vacinas as regionais de Rondonópolis, Sinop, Alta Floresta, Peixoto, Cáceres, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra, Diamantino, Juara, Juína, Aripuanã, Colniza, Rondolândia, Barra do Garças, Água Boa, Porto Alegre do Norte e São Felix do Araguaia.

Até o momento, o Estado de Mato Grosso já recebeu o total de 224.560 mil doses do Ministério da Saúde em seis remessas.

Conforme previsto no Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, após a distribuição do imunizante aos polos Regionais de Saúde, os municípios fazem a retirada da vacina no polo que contempla a sua região. Em seguida, as gestões municipais executam as estratégias de vacinação.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *