CUT-MT emite nota de repúdio contra manifestantes do “deus” Bolsonaro que ameaçaram vereadora de morte

 CUT-MT emite nota de repúdio contra manifestantes do “deus” Bolsonaro que ameaçaram vereadora de morte

A Central Única dos Trabalhadores em Mato Grosso (CUT-MT) emitiu uma nota de repúdio contra ataques a vereadora de Sinop, professora Graciele Marques dos Santos (PT). Segundo a nota, Graciele chegou a ser ameaçada por movimentos sociais e instituições do município (a 420 km de Cuiabá).

Esses movimentos sociais espalharam pela cidade outdoors em diversos locais, com mensagens denunciando a negligência do Governo Federal frente à pandemia no país.

Com isso, os grupos antidemocráticos atribuíram equivocadamente a autoria dos outdoors à vereadora, além de praticarem atos de vandalismo destruindo os anúncios. Além de lançarem contra a parlamentar ofensas, incluindo ameaças de morte.

A CUT-MT denuncia que tais ataques são o mais puro reflexo de grupos que se guiam fanaticamente pela narrativa recorrente do presidente da República e que, sem qualquer cerimônia, se manifestam com violência a qualquer que se oponha ao seu “deus” Bolsonaro.

O ato de destruir outdoors que continham mensagens anti-governo e ainda, as ameaças feitas sem mostrar o nome – típico da covardia fascista que quer sempre ir comendo pelas beiradas – apenas serve para arregalar nossos olhos, a crise em que estamos inseridos, seja ela política, econômica e social.

“Seguiremos firmes, nos mantendo alertas e atuantes na constituição da resistência em favor da democracia neste país. Não nos intimidaremos e nem permitiremos que uma parlamentar, democraticamente eleita, seja ameaçada por grupos que refletem as características de seu líder Bolsonaro: autoritário, fascista, negacionista, racista, misógino, homofóbico e genocida. Este mesmo que conduz a crise sanitária de modo irresponsável e criminoso, acentua a crise econômica e cria uma crise política desnecessária, afetando de modo perverso os mais vulneráveis, com táticas diversionistas que enfraquecem as poucas medidas disponíveis para a contenção da covid-19”, cita a nota de repúdio.

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *