Edna Sampaio classifica Comissão Processante como ‘vazia e sem fundamento’

 Edna Sampaio classifica Comissão Processante como ‘vazia e sem fundamento’

(Foto: Walfredo Rafael)

Durante a votação da Comissão Processante, nesta terça-feira (9), a vereadora por Cuiabá Edna Sampaio (PT), se posicionou contra a “oposição bolsonarista” que segundo ela, foi formada na Câmara de Cuiabá. A vereadora afirmou ainda que essa Comissão foi feita de forma ilegal.

Os pedidos da Comissão Processante foram feitos pelo 2º suplente de vereador, Felipe Corrêa (Cidadania), e pela cidadã Fabiana Aires. Edna classificou a Comissão como “espetacularização”, pois os argumentos de defesa foram fracos e sem fundamento.

“A vereadora do PT não dará aval a processo ilegal, sem fundamento, cuja a formulação é raquítica, vaga, genérica e portanto, inaceitável. O parlamento cuiabano não pode ser transformado em guilhotina espetaculosa, incitando a população a acreditar no justiçamento. O PT considera gravíssimas as denúncias sob investigação e que envolvem diretamente o chefe do Executivo e membros do parlamento”, disse.

A vereadora ainda pediu a investigação sobre o caso de forma diligente. “Desse modo, a vereadora exige a investigação que seja acompanhada de forma diligente pela Câmara cujo o dever é zelar pelo bom uso dos recursos públicos. Por outro lado, se posiciona contrária à Comissão Processante da forma como ela se apresenta. O PT é a favor da Comissão Processante dentro da legalidade, e com os elementos jurídicos necessários para prosperar”, apontou.

Edna Sampaio ainda afirmou que não participará de acusações rasas e sem motivos. “O requerimento de comissão processante apresentado por eles não atende aos requisitos jurídicos adequados para garantir que a Justiça seja feita de verdade. É vazio.Não me redarei em torno de um debate simplório, raso e sem substancia política”, finalizou.

Digiqole ad

Roger - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.