Hospital Referência à Covid-19 registra menor taxa de ocupação de leitos do ano

 Hospital Referência à Covid-19 registra menor taxa de ocupação de leitos do ano

(Foto: Luiz Alves/Secom)

Aberto em março de 2020 como Hospital Referência à Covid-19, o Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá “Dr. Henrique de Aquino” registrou, nesta semana, as menores taxa de ocupação do ano, que começou na terça-feira (29), quando 32 pacientes adultos estavam internados (40% de ocupação). Desde então, esse número veio diminuindo dia após dia. Na quarta-feira (30), caiu para 27 pacientes adultos (33,75% de ocupação). Na quinta-feira (1º), caiu para 26 pacientes adultos (32,5% de ocupação dos leitos).

A última vez que uma criança esteve internada na unidade hospitalar foi na segunda-feira (28), quando havia 36 pacientes adultos (45% de ocupação) e 1 paciente pediátrico (6,67% de ocupação).

O prefeito Emanuel Pinheiro afirma que esses dados mostram que a Prefeitura vem trabalhando com eficiência no combate à covid-19. “Desde o início da pandemia, estamos trabalhando com o objetivo de minimizar ao máximo o impacto da pandemia na nossa população, na nossa economia e, principalmente, com foco em proteger a saúde e salvar vidas. Tivemos momentos muito delicados ao longo desse período, mas a Prefeitura sempre esteve firme, com ações concretas na área da saúde, abrindo leitos exclusivos para covid-19, remodelando a rede de assistência, sempre atentos aos dados trazidos pelos técnicos e intensificando a camapnha de vacinação. Nesta semana, ao receber essa notícia de que o número de internações caiu no Hospital Referência, podemos dizer que estamos no caminho certo, além de renovar as esperanças e continuar trabalhando para que, muito em breve, nenhum cuiabano seja contaminado pelo coronavírus”, disse.

O declínio na quantidade de internações no Hospital Referência à Covid-19 tem sido observado desde o início da 23ª semana epidemiológica (06/06/2021). Essa redução também foi registrada no boletim referente à Semana Epidemiológica nº 25 (20 a 26 de junho de 2021). Nesse período, os 103 pacientes tinham diagnóstico positivo de covid-19. A grande maioria (83 pessoas) tinha entre 30 e 69 anos de idade, sendo que o maior quantitativo das internações ocorreu na faixa etária de 50-59 anos (28 pacientes), seguido da faixa etária de 40-49 anos (20 pacientes), tanto para o sexo feminino como para o masculino.

A incidência maior de óbitos foi entre pessoas entre 40 e 59 anos de idade.

A maioria dos internados (59 pacientes) eram do sexo masculino e a maior quantidade de óbitos (56%) também foi registrada entre homens.

Ao longo de 2021, houve um aumento gradativo no número de internações na unidade de janeiro a março, mês que registrou o pico de toda a pandemia. A partir de abril, teve início o declínio das internações na unidade.

Para o diretor administrativo do Hospital Referência à Covid-19, Hércules Castilho, “a queda no número de internações na unidade pode ser atribuída com certeza ao avanço da vacinação”. Ele observa que isso se refletiu principalmente no grupo de idosos. A avaliação do diretor é corroborada pelo histórico da campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”. Em abril, muitos trabalhadores da saúde e idosos já haviam tomados as duas doses da vacina Coronavac e aqueles que haviam tomado a primeira dose da Astrazeneca em janeiro, começaram a ser imunizados com a segunda dose.

No dia 15 de abril, Cuiabá já havia vacinado 28.937 pessoas do grupo prioritário composto por idosos, o que representava 37,9% do total dessa população. A vacinação dos idosos de 65 a 69 anos havia começado naquela semana. A aplicação da segunda dose nos idosos de 75 a 79 anos começou no dia 20 de abril. A aplicação da primeira dose dos idosos de 60 a 64 anos começou no dia 22 de abril. Naquele mesmo dia, Cuiabá foi destaque em reportagem do jornal O Globo, que mostrou que Cuiabá estava entre as 100 cidades mais populosas do Brasil que conseguiram reduzir o pico de óbitos por covid-19 de 2021. Também em abril, Cuiabá completou cem dias de campanha de  vacinação contra a covid-19 com a marca de 122 mil doses aplicadas.

Atualmente, até a quinta-feira (1º), Cuiabá aplicou 283.960 doses, sendo 212.371 primeira dose e 71.589 segunda dose. Isso significa que 34,3% da população geral cuiabana já recebeu pelo menos a primeira dose e que 11,5% da população total de Cuiabá já concluiu o esquema vacinal. Como somente pessoas acima de 18 anos estão aptas a receber o imunizante, 46,6% da população adulta da capital já recebeu a primeira dose e 15,6% dessa população já concluiu o esquema vacinal.

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *