Mato Grosso se reúne com Banco Alemão para tratar de investimentos em ações ambientais

 Mato Grosso se reúne com Banco Alemão para tratar de investimentos em ações ambientais

Mato Grosso apresentou uma proposta de cooperação internacional para preservação ambiental em reunião com representantes do  Banco de Desenvolvimento Alemão (KfW Bankengruppe) em Frankfurt, na Alemanha. O encontro aconteceu no último dia 3 de novembro, e faz parte da programação do Estado na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas de 2021 (COP 26).

Foram discutidos acordos bilaterais de financiamento de ações de sustentabilidade em Estados da Amazônia Legal. O objetivo de Mato Grosso é angariar recursos internacionais para investir ainda mais nas ações de combate ao desmatamento e incêndios florestais, e na política ambiental de Mato Grosso para a neutralização das emissões de gases do efeito estufa (GEE) até 2035.

O secretário Executivo da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Alex Marega, conta que o Estado já recebe investimentos do Banco Alemão por meio do Programa REM Mato Grosso, e que os próximos passos serão para avançar com uma segunda fase deste projeto.

“A coordenação do Programa REM Mato Grosso, que já investe recursos do Banco Alemão no Estado, avalia que MT tem um dos melhores desempenhos do programa a nível mundial, e já sinalizou interesse em desenvolver uma segunda fase do Programa com recursos mínimos de 15 milhões de dólares”, afirma o gestor.

O valor poderá ser ainda maior, de acordo com o que for negociado com o Reino Unido nas agendas que estão ocorrendo na COP26, por ser também um financiador do fundo investidor. O Reino Unido aportou 23 milhões de libras na primeira fase de investimentos ambientais.

Fundo Floresta

Também foram discutidos detalhes do projeto “Fundo Floresta”. Mato Grosso se candidatou para receber recursos do projeto junto a outros estados da Amazônia Legal. O KfW recebeu 8 propostas que totalizam 114 milhões de dólares.

Neste primeiro momento apenas dois projetos serão contemplados com investimentos na ordem de 30 milhões de dólares, sendo 15 milhões para cada proponente. A seleção está sendo realizada, e o resultado será divulgado nos próximos meses.

O edital Fundo Floresta é um chamamento público de projetos, promovido pelo Banco de Desenvolvimento Alemão para destinar recursos para a redução do desmatamento ilegal, e das emissões dos gases de efeito estufa.

A Sema-MT também fez parte da comitiva de secretários de Meio Ambiente que se reuniu com o Ministério Federal de Cooperação Econômica e Desenvolvimento (BMZ) no dia 02 de novembro, para conhecer as oportunidades de financiamento para ações sustentáveis na Amazônia e apresentar as ações e resultados de MT em sustentabilidade.

Resultados ambientais de MT

Na ocasião, foram apresentados os resultados positivos do combate ao desmatamento do Governo de Mato Grosso, e incêndios florestais, com financiamento do Programa REM Mato Grosso. O Programa REM MT (do inglês, REDD para Pioneiros) é uma premiação ao Estado pelos resultados na redução do desmatamento nos últimos 10 anos.

Na série histórica de 2004 a 2020, Mato Grosso obteve uma redução de 85% no desmatamento das suas florestas, mantendo 62% do seu território preservado, e 6% em restauração, dos cerca de 903 mil km² de território estadual.

Participaram como representantes dos Estados da Amazônia Legal o secretário de Meio Ambiente do Amazonas, Eduardo Taveira; o secretário de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão, Diego Rolim; e o secretário Executivo do Força Tarefa dos Governadores para o Clima e Floresta (GCF Brasil), Carlos Aragon.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.