Mesmo com ordem judicial, avô segue viagem e não devolve Isadora para mãe

 Mesmo com ordem judicial, avô segue viagem e não devolve Isadora para mãe

Foto: MídiaNews

A pequena Isadora Praeiro Pedroso, de 8 anos, que está desaparecida há mais de 100 dias, não foi entregue à mãe na noite deste domingo (7), como foi estabelecido por ordem judicial, do último dia 5/11. Segundo informações, o avô paterno da menina, Air Praeiro, que estava com a guarda dela, seguiu viagem sem entregar a criança.

O combinado era que Isadora fosse entregue, na noite deste domingo, no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na saída de Cuiabá. Air Praeiro foi notificado por um Oficial de Justiça sobre a nova decisão judicial, mesmo assim descumpriu a decisão.

Conforme as informações da mãe de Isadora, Marina Pedroso, a expectativa era passar a noite de domingo já com a filha. Isadora foi encontrada pelos policiais do órgão em Coxim (MS). Ela estava na companhia dos avós paternos. A PRF, que fazia a escolta da menina, parou o trabalho logo após a notificação.

Em entrevista à imprensa, Marina informou que agora o avô tem até 48 horas para entregar a menina. Ela estava muito abalada com a situação.

O caso

De acordo com informações, o pai da menina, o advogado João Vitor Almeida Praeiro Alves, teria sequestrado a criança e se recusava a devolver a filha, que já foi incluída no Cadastro Nacional de Pessoas Desaparecidas pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT).

A menor foi passar uns dias com o pai e a avó em Bauru (SP). Porém não foi mais devolvida à mãe e o advogado não deixou a menina falar mais com Mariana.

Desde então, Marina tem lutado para trazer sua filha de volta pra casa.

Digiqole ad

Roger - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.