Para Pinheiro, apoio de Gisela a Abilio foi um “tapa na cara da mulher cuiabana”

 Para Pinheiro, apoio de Gisela a Abilio foi um “tapa na cara da mulher cuiabana”

(Foto: Marcus Mesquita)

O prefeito de Cuiabá e candidato à reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB), criticou o apoio da ex-candidata Gisela Simona (PROS), ao vereador Abilio Junior (Podemos), nesse segundo turno e disparou: “Foi um tapa na cara da mulher cuiabana”. Para Pinheiro, Abilio é um candidato “claramente machista e arrogante”.

Nesse segundo turno na disputa pelo Palácio Alencastro, a única então candidata mulher, Gisela Simona, declarou apoio ao candidato, mesmo depois de ser atacada por ele com palavras machistas, durante o debate do primeiro turno, realizado pela TV Vila Real.

“Foi um tapa na cara da mulher cuiabana o apoio de Gisela a um candidato claramente machista, arrogante, que não respeita as mulheres, não respeita as pessoas de uma forma geral e isso acabou indignando uma boa parcela do eleitorado feminino”, disparou Pinheiro, durante entrevista exclusiva à TV Única, na manhã desta quinta-feira (26).

Na ocasião, Abilio disse que “mesmo sendo mulher”, Gisela era uma excelente candidata. No entanto, neste segundo turno, ao declarar o apoio Gisela disse que ele se desculpou, o que gerou uma revolta na classe feminina cuiabana.

Para Emanuel, a candidatura de convicções e independência pregada por Gisela no primeiro turno foi uma “encenação” da então candidata, especialmente ao se revoltar com as declarações de Abilio no debate.

“No debate, quando as mulheres foram agredidas pelo adversário, diminuindo a força e a garra da mulher cuiabana, naquele momento a candidata se indignou, fez toda uma encenação de revolta e indignação. No segundo turno parece que não aconteceu nada, ‘vamos seguir juntos’”, criticou Pinheiro.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *