População deve se atentar aos documentos exigidos para a imunização da Covid-19

 População deve se atentar aos documentos exigidos para a imunização da Covid-19

Profissionais que coordenam a campanha de vacinação em Cuiabá alertam a população da necessidade de estar munido com a documentação necessária no dia da imunização. No caso das grávidas e puérperas sem comorbidade, um dos grupos prioritários na vacinação, é necessário apresentar um atestado médico, além da comprovação do cadastro e agendamento.

A coordenadora do registro e acolhimento do polo de vacinação que fica no Centro de Eventos do Pantanal, Vera Lucia Ferreira, disse que as pessoas não se atentam aos documentos exigidos e, a ausência da documentação, impede a aplicação da dose.

“Todos os dias chegam até os postos de vacinação pessoas sem os documentos. A exigência de um atestado para as mulheres grávidas e puérperas sem comorbidade, por exemplo, se faz necessária porque é o médico que acompanha a paciente que pode avaliar o custo-benefício da vacinação”, avaliou. A profissional acrescentou que no caso das grávidas e puérperas sem comorbidade, o atestado pode ser do médico ginecologista ou pediatra.

Outros grupos prioritários

No caso de profissionais da educação, a coordenadora enfatiza que é necessário apresentar um documento de comprovação de vínculo com Secretaria de Educação de Mato Grosso (Seduc), independente da unidade de ensino ser municipal, estadual ou federal. “Estamos vacinando os profissionais de educação que atuam em Cuiabá. Em caso de atuação em outro município, mesmo que comprovado o vínculo, nós não estamos imunizando”, explicou.

A coordenadora orienta a população a entrar no site da Prefeitura de Cuiabá e no site de cadastro da vacina para buscar as orientações necessárias para imunização. Em Cuiabá, há seis polos de vacinação, Senai Porto, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Sesi Papa, Centro de Eventos do Pantanal, Sesc Balneário e Assembleia Legislativa.

Para se cadastrar, é necessário entrar no site vacina.cuiaba.mt.gov.br e preencher todos os campos obrigatórios. Deste modo, a pessoa entrará em uma fila de espera virtual.  Quando ela for agendada, o sistema do site enviará uma mensagem de WhatsApp automática e/ou um e-mail para a pessoa informando que ela já está confirmada para ir tomar sua vacina. No dia da vacinação, a pessoa deve levar o QR Code do agendamento impresso, um documento com foto e o comprovante de endereço de Cuiabá. A pessoa também deve estar com o cartão do SUS atualizado.

Evasão

Nesta quarta-feira (16.06), no polo do Centro de Eventos do Pantanal, cerca mil pessoas estavam cadastradas para vacinar, contudo, até o final da manhã, somente 183 tinham comparecido para serem imunizadas. A evasão foi verificada nos outros polos também.

“A gente não entende o que se passa na cabeça das pessoas que não estão vindo vacinar. É prejuízo porque dispomos de equipes de trabalho para o atendimento do total de cadastrados. Sem o empenho da população, a imunização será lenta”, destacou.

Estão sendo vacinados atualmente pessoas com Síndrome de Down a partir de 18 anos, pessoas com comorbidades a partir de 18 anos, gestantes e puérperas com e sem comorbidades a partir de 18 anos, pessoas com deficiência permanente a partir de 18 anos, jornalistas, trabalhadores da Educação, trabalhadores de Saúde, pessoas a partir de 55 anos. (Com Prefeitura de Cuiabá)

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *