Vacinação contra Covid-19 na Capital deve começar no dia 20 de janeiro, segundo Pinheiro

 Vacinação contra Covid-19 na Capital deve começar no dia 20 de janeiro, segundo Pinheiro

(Foto: reprodução/Facebook)

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), revelou que a população cuiabana deve começar a ser vacinada na próxima quarta-feira (20). A confirmação foi após uma reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na manhã desta quinta-feira (14).

Isso porque o Governo Federal adquiriu 2 milhões de doses da vacina e um avião equipado deve buscar o lote nesta sexta-feira (15), na Índia.

O prefeito comentou que o ministro adiantou que a princípio será o dia 20, já que depende da liberação emergencial ou definitiva da Anvisa, para grupos determinados, como idosos com mais de 60 anos, profissionais da saúde, pessoas com deficiência e indígenas aldeados.

“Nessa reunião, o ministro nos adiantou que, a princípio, porque depende da liberação emergencial ou definitiva da Anvisa, mas que a princípio nos preparássemos para a campanha já na quarta-feira, dia 20 de janeiro, para grupos determinados, como idosos com mais de 60 anos, profissionais da saúde, pessoas com deficiência e indígenas aldeados, que não é o caso de Cuiabá. Se não mudar, porque já recebemos outro documento agora há pouco pedindo para incluir profissionais da educação, se não mudar esses grupos já definidos para esta primeira fase, Cuiabá estaria falando de um universo de 125 mil a 150 mil pessoas”, explicou.

Segundo o prefeito, além dos 2 milhões, também serão disponibilizadas em primeiro momento, 6 milhões de doses fabricadas pelo Instituto Butantan.

“O que Cuiabá mais quer, o que a prefeitura mais quer é vacinar, é imunizar a população, mas com toda a responsabilidade e segurança que apenas a Anvisa e o Ministério da Saúde podem nos assegurar. Esse é o caminho escolhido pela prefeitura de Cuiabá.

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *