Primeira-dama destaca câmeras em nova frota de ônibus para o combate ao assédio sexual

 Primeira-dama destaca câmeras em nova frota de ônibus para o combate ao assédio sexual

A primeira-dama Márcia Pinheiro destacou a instalação de câmeras de vigilância na nova frota de ônibus entregue pelo prefeito Emanuel Pinheiro, na última terça-feira (03), em Cuiabá. A tecnológica de monitoramento foi um pedido da Secretaria Municipal da Mulher para ajudar ao combate da importunação e assédio sexual presente no transporte coletivo.

As câmeras irão contribuir para a execução da campanha ‘Meu Corpo Não é Corrimão’ que será lançada em meio a programação da Prefeitura para o Agosto Lilás. Segundo a primeira-dama, o monitoramento é fundamental para o combate à importunação sexual no transporte coletivo por fornecer prova material contra o assediador.

“Muitas mulheres ficam com medo porque todos os dias ela precisa pegar a mesma rota, o que faz gerar esse receio de denunciar. Com as câmeras e a vigilância full time pela prefeitura poderemos combater esse crime com maior eficácia e ajudar as autoridades policiais a inibir esses aliciadores que assediam as mulheres cuiabanas que estão, muitas vezes, voltando de um dia cansado de trabalho, estudo e afins”, explicou a primeira-dama.

A titular da pasta da Mulher, Luciana Zamproni, é a coordenadora geral da campanha que contará com blitz educativas e informativas nas três estações de ônibus: Alencastro, Bispo e Ipiranga, além do terminal do CPA I.

“Todas as sextas-feiras do mês nó estaremos em alguma estação de ônibus para conscientizar nossas mulheres da importância da denúncia e também informar sobre as câmeras para passar segurança para uma denúncia, além de passar a mensagem que estamos de olho e fiscalizando para inibir as práticas de assédio que são, infelizmente, recorrentes no transporte coletivo”, elencou a secretária.

A programação do Agosto Lilás tem início, nesta sexta-feira (6), na estação Alencastro, da Praça Alencastro, com a primeira blitz educativa acerca da Lei 6.643/2021 que considera crime atos e comportamentos de importunação sexual.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *