Projeto que proíbe alunos filmarem professores nas escolas de MT é aprovado na AL

 Projeto que proíbe alunos filmarem professores nas escolas de MT é aprovado na AL

Foto: Internet

O Projeto de Lei  867/2019, que proíbe a filmagem de professores e professoras no exercício da docência em qualquer estabelecimento que compõe o Sistema Estadual de Ensino de Mato Grosso, foi aprovado em 2ª votação durante sessão desta quarta-feira (10), na Assembleia Legislativa.

De autoria do deputado Valdir Barranco (PT), o projeto que recebeu apoio do primeiro-secretário da ALMT, deputado Eduardo Botelho (DEM), que destacou sua indignação, com o uso de celulares por alunos em sala de aula.

“Quando você fala para o aluno filmar, então você está autorizando o aluno entrar com smartphone em sala de aula. Já pensou a bagunça que isso vai virar, o professor já não consegue colocar ordem em sala de aula, aí cada um com um smartfone filmando o professor? Ora, então vamos fazer um projeto para que toda sala de aula tenha uma gravação lá dentro, aí beleza, agora autorizar aluno entrar com smartphone em sala de aula? Para com isso gente, nós já vivemos em um mundo de bagunça e dificuldade para o professor. Não dá para concordar com isso!”, declarou Botelho.

Barranco comemorou a aprovação do projeto, afirmando que o tal registro pode evitar a constranger ou limitar o livre pensamento, a liberdade de expressão e a ética educacional.

“Busco dar mais tranquilidade para a sala de aula e seus professores, já tão castigados por tantos problemas existentes nas instituições de ensino, seja a falta de investimento, ou de respeito e reconhecimento. O nosso papel quanto sociedade é fortalecer professores e professoras e não criar mecanismos de constrangimento e inibição do exercício do educar/ensinar”, escreveu.

Os deputados Gilberto Cattani (PSL), Ulysses Moraes (PSL), Romoaldo Júnior (MDB), João Batista (PROS) e Dr Gimenez (PV), votaram contra o projeto.

Agora, o projeto segue para sanção ou veto do governador Mauro Mendes (DEM).

Digiqole ad

Roger - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.