Relações Comunitárias e Saúde traçam estratégias com lideranças de bairros para vacinação contra à Covid-19 em Cuiabá

 Relações Comunitárias e Saúde traçam estratégias com lideranças de bairros para vacinação contra à Covid-19 em Cuiabá

A Secretaria de Relações Comunitárias (SARC), adjunta da Secretaria de Governo de Cuiabá, se reuniu com a Secretaria Municipal de Saúde e Ouvidoria Geral da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso na manhã desta quinta-feira (22), no auditório do Palácio Alencastro, para tratar sobre a vacinação contra a Covid-19, tirar dúvidas, prestar contas e traçar estratégias com presidentes de Associações de bairros e de Clubes de Mães para descentralizar a vacinação e auxiliar no atendimento à população cuiabana.

A pedido de líderes comunitários, a SARC, em conjunto com a Secretaria Municipal de Governo, solicitou esta importante reunião para ajudá-los quanto as demandas referentes a vacinação, o que resultou na criação do “Comitê de Participação Social e Enfrentamento à Covid 19”, deliberada pelos presidentes da Federação Mato-grossense de Bairros (Femab), Walter Arruda, e da União Coxipoense de Moradores de Bairros (Ucam), José Maurício.

A ideia do Comitê é ser uma ligação direta com a sociedade no enfrentamento a pandemia, onde irão auxiliar no cadastramento para a vacinação, bem como na imunização e tirar dúvidas, pois a liderança comunitária está próxima da população, com o apoio fiscal para as necessidades do bairro.

O ouvidor-geral da Defensoria Pública de Mato Grosso (DPE/MT), Cristiano Preza, se comprometeu em dar encaminhamento para a concretização deste Comitê, como contribuição à Prefeitura de Cuiabá e ao movimento comunitário.

“O Objetivo desta reunião é fazer uma parceria com o movimento comunitário, nos 374 bairros de Cuiabá, para que tenhamos um controle social da incidência da doença, apresentando dados da Saúde, e que essas informações sejam repassadas para que possamos ficar próximos dos bairros, levando informação de qualidade para cada cidadão. Além de buscar soluções para conseguir ajudar no cadastramento e na própria vacinação”, destaca o secretário da SARC, Ricardo Lobo.

Entre as dúvidas, uma delas foi quanto à perda da data da vacinação. “Já estando cadastrado, a pessoa que perdeu a data e horário pode ir até o posto de vacinação da UFMT, que nenhuma pessoa ficará sem vacinar”, garante o coordenador técnico de Ações Básicas da Saúde Municipal, Marcel Lemos, que está a frente da campanha Vacina Cuiabá.

Há um mês a vacinação foi descentralizada com posto na região Sul de Cuiabá, no Balneário Sesc São João Del Rey. Também foi ampliado o atendimento com o drive true no Sesi Papa, no bairro Morada do Ouro, na região Norte, e outro na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O posto de vacinação no Centro de Eventos do Pantanal continua em funcionamento.

Segundo o secretário adjunto municipal de Saúde, o médico Felipe Cardoso, já foram vacinadas em torno de 98.829 mil pessoas em Cuiabá, e em 15 dias, tempo recorde, foram construídos 363 leitos exclusivos para o tratamento da Covid-19, sendo 155 para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) aos hospitais de referência da cidade, e 208 para a enfermaria, distribuídos entre a atenção secundária e terciária.

“No entanto, é importante ressaltar que existe um tripé nesta luta contra a Covid-19. A gente não vence essa batalha somente com UTI, mas também com a vacinação, com o fortalecimento das ações da saúde pública e com a consciência da população em fazer a sua parte seguindo as medidas de biossegurança, fazendo o uso da máscara e higienizando as mãos, não aglomerando em festas e reuniões com amigos em casa, ou na rua, mantendo o distanciamento”, pontua Cardoso.

Estiveram presentes na reunião 35 lideranças, os secretários municipais de Governo, Luis Claudio de Castro Sodré, e adjunto de Relações Comunitárias, Ricardo Lobo, de Saúde, Ozenira Felix e adjunto Felipe Cardoso, o presidente da Femab, Walter Arruda, e o ouvidor-Geral da Defensoria Público do Estado, Cristiano Preza. Na ocasião, foram apresentados dados das atenções primária, que são os Postos de Saúde, da secundária, que são as UPAS e Policlínicas, e da terciária, que são os hospitais de referência, o Pronto Socorro, São Benedito e o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC).

(Com Assessoria)

Digiqole ad

Elloise Guedes - Mais Que Fato

https://maisquefato.com.br/

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *