Ouvidoria-Geral propõe à Defensoria Pública de MT atendimento em libras e órgão adota medidas

 Ouvidoria-Geral propõe à Defensoria Pública de MT atendimento em libras e órgão adota medidas

(Foto: divulgação)

Depois de várias articulações e reclamações na Ouvidoria com a falta de atendimento em libras para pessoas surdas e mudas, a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) assinou um termo de cooperação técnica para solucionar o problema.

Segundo a Ouvidoria-Geral do Estado, em outubro de 2019, vários familiares reclamaram da falta de atendimento em libras na Defensoria Pública do Estado.

Para tentar solucionar o problema, a Ouvidora reuniu com os membros do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência, com a Central de Intermediação em Libras (CIL) e com a Secretaria da Pasta, para traçar um projeto de como seria solucionado esse problema.

Foi então que surgiu a outra reunião com a Administração superior da Defensoria Pública de Mato Grosso, onde a Ouvidoria propôs fechar um convênio para colocar o atendimento para pessoas surdas e mudas no órgão.

Por fim, o termo de cooperação técnica nº 0178 foi assinado com a Setasc e o atendimento em libras, por meio de convênio, passou a existir no órgão.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *