Após registrar B.O, Pinheiro pede que delegacia apure divulgação de falso calendário de vacinas e possível ataque cibernético

 Após registrar B.O, Pinheiro pede que delegacia apure divulgação de falso calendário de vacinas e possível ataque cibernético

Foto: Luiz Alves

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, registrou na tarde desta quinta-feira (25), um boletim de ocorrência e um pedido de investigação na Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos da Polícia  Judiciária Civil, sobre a propagação de ‘fake news’ que gerou congestionamento e a suspensão de agenda para vacinação exclusivo para idosos de 75 a 79 anos e sobre um possível ataque cibernético.

A notícia falsa que vincula  o site oficial sobre as vacinas https://vacina.cuiaba.mt.gov.br com um calendário de vacinação falso acarretou em mais de um milhão de acessos em 24h logo,  fugindo da normalidade de 17 mil acessos neste mesmo período.  Os acessos vieram de todas as partes do mundo, mas principalmente de países como a Nigéria e Estados Unidos da América (EUA) e demais estados do Brasil, como Goiânia, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Rio Grande do Norte e São Paulo.

“Eu vim fazer a denúncia e pedir uma investigação séria , célere e apurada da nossa Polícia Civil , através dessa Delegacia de Combate aos crimes virtuais. Um  verdadeiro crime, um atentado a população cuiabana que vive hoje uma instabilidade emocional, psicológica  é uma verdadeira angústia em busca da vacina e em busca do cumprimeto que a Prefeiura vem fazendo com toda seriedade e  responsabilidade  do plano municipal  de imunização, que estava ocorrendo perfeitamente nos últimos 60 dias com toda tranquilidade e organização. Foram  imunizadas  50 mil doses aplicadas  e então, nos deparamos com essa violência que  proporcionou o alarme falso para população e um pânico em idosos em grupo de prioridade na faixa etária 75 a 79 anos e ocorreu uma sobrecarga do sistema ao colapso”, comentou o prefeito.

Pinheiro solicita que a delegacia  encontre os culpados e que a lei seja aplicada. ” Esses criminosos paguem na lei doa a quem doer. Me indignou a atitude dessas pessoas criminosas.  Fiz um  boletim de ocorrência e anexos no processo e relatórios parciais do sistema.  Quero que os responsáveis sejam  identificados e responsabilizados Tudo estava ocorrendo bem , estávamos sendo referência para todo país e estamos prontos para ampliar e aplicar o drive thru, caso necessário. Estamos prezando pelo conforto e atentos para que não ocorra aglomeração. Mas esse episódio  tem que ser investigado”, concluiu o prefeito.  (Com assessoria)

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *