Clichês na Rua vai ilustrar Ponte Sérgio Motta com mensagens de positividade

 Clichês na Rua vai ilustrar Ponte Sérgio Motta com mensagens de positividade

A ponte Sérgio Motta será cenário para o projeto social “Clichês na Rua”.  Neste sábado, 22 de maio, os integrantes do Instituto Clichês na Rua utilizarão a técnica de stencil grafitti para ilustrar o local de mensagens contra depressão e o suicídio. Segundo Talissa Briante, idealizadora do projeto, “infelizmente a Ponte Sérgio Motta tem sido palco de pessoas que tentaram ou cometeram suicídio. Por isso, vamos deixar gravadas no local, mensagens de amor e de positividade”.

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, conheceu o projeto na tarde desta quarta-feira, 19, em reunião que ocorreu no gabinete do gestor, solicitada pelo primeiro-secretário da Câmara de Vereadores de Várzea Grande, Rogério França Martins.

Além da apresentação, foi solicitada ao poder público, autorização para execução da ação. “Em tempos de pandemia, com certeza o trabalho desenvolvido por esse grupo de pessoas é muito valioso, que consiste em espalhar palavras de encorajamento e positividade neste momento de isolamento social. Parabéns pela iniciativa”, disse Kalil Baracat, que autorizou a arte em grafite na ponte e solicitou ainda que o Instituto apresente um projeto de ações a serem trabalhadas durante o mês de setembro no município.

“Teremos o Setembro Amarelo, quando desenvolvemos campanhas de conscientização sobre a prevenção do suicídio. Gostaríamos muito de contar com a participação do projeto social ‘Clichês na Rua’, seja com palestras e com ações de arte nas ruas da cidade”, sugeriu o prefeito.

Talissa Briante se comprometeu em formalizar a proposta à Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esportes e Lazer. “Nossa ideia é impactar as pessoas com palavras e frases que as motivem nesse momento em que elas precisam se distanciar para evitar o contágio da doença”, disse.

Para o vereador Rogério França Martins, o trabalho desenvolvido pelo Instituto Clichês na Rua é fundamental. “É importante que tenhamos parceiros como eles para buscar formas alternativas de demonstrar amor ao próximo. Nossa sociedade precisa mais do que nunca de fé e esperança. Sabia que poderíamos contar com o apoio do prefeito Kalil Baracat para a execução de mais esse projeto que é fantástico”.

Além da arte de grafitagem em stencil nas ruas ou placas, o Instituto confecciona máscaras faciais, camisetas e outros objetos que levam as mensagens de encorajamento e amor pela vida. Os produtos podem ser adquiridos pelo site ou pelas redes sociais do “Clichês na Rua”.

Digiqole ad

Elloise Guedes - Mais Que Fato

https://maisquefato.com.br/

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *