Do material caseiro à obra de arte: Jovens artistas têm mais um dia para se inscreverem em residência artística online

 Do material caseiro à obra de arte: Jovens artistas têm mais um dia para se inscreverem em residência artística online

Do caderno usado até tinta natural caseira, multiplicaram-se as possibilidades de criação para os jovens inscritos na Residência Artística CasaCorpo na Escola, ao longo das últimas semanas. O projeto, voltado a pretensos artistas iniciantes, chega ao seu último ciclo e encerra as inscrições nesta sexta-feira (26).

Voltada para estudantes do ensino médio da rede pública de educação de Mato Grosso, mas aberta a todo o público, a residência oferece orientação gratuita a alunos interessados em desenvolver suas percepções e habilidades nos campos das artes visuais e literatura.

Para esta etapa, os encontros serão realizados virtualmente por meio da plataforma Zoom, entre 29 de março a 16 de abril. Vale destacar que o projeto foi contemplado pelo Edital N° 05/2020 – MT Nascentes, da Lei Aldir Blanc, da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, de Mato Grosso (SECEL-MT).

O objetivo é incentivar o desenvolvimento dos jovens no meio artístico por meio de vivências imersivas e tutoria sobre processos criativos. Para isso, o programa conta com a orientação dos artistas Carla Renck e Pedro Duarte, assim como, com a tutora especialista em processos criativos, a educadora Imara Quadros.

De acordo com Carla a residência auxilia, principalmente, no desenvolvimento de iniciantes, priorizando a utilização de materiais alternativos. “Trabalhamos o fazer livre do artista com materiais disponíveis em casa e, assim, conseguimos criar um espaço, apelidado ateliê livre online, de ponte e apoio para as mais diversas trocas.”

Para Pedro Duarte, os encontros online promovem a reflexão e prática acerca da criação artística. “Tudo isso pautado pelo conceito de vitrine, ou seja, a partir de obras que documentam os processos criativos e as criações antes da exposição final”, afirma.

Imara, por sua vez, avalia que o grupo pode ser considerado como “uma comunidade aprendente”, assim denominaria o estudioso Paulo Freire. Em sua opinião, esta é uma oportunidade de desvelar junto, trocas e partilhas de percepções, ideias, pensamentos, ressignificações, compreensões e ações artísticas-criativas.

“Um desejo de criar, de exercitar a escuta sensível e a atenção para encontrar algo que dispare seu processo criador, foi o conteúdo na/da bagagem de cada qual. Esta foi a Residência CasaCorpo online”, afirma.

As inscrições podem ser feitas por meio do link: https://forms.gle/ha2DSLvrrb6g7Vhc7

Exposição

As vivências experimentadas ao longo do primeiro ciclo resultaram em uma exposição online. As obras, desenvolvidas a partir da ressignificação de materiais caseiros, estão à mostra no site www.casacorpoartes.com.br/exposicoes/1a-mostra-coletiva-casacorpo-na-escola/.

Carla lembra que, como ocorrido anteriormente, esta última etapa também resultará em exposição, a ser realizada em abril.
“As peças finalizadas retratam as singularidades e as possibilidades do que cada um desenvolveu durante o fazer artístico.”

Casa Corpo

O grupo CasaCorpo nasceu em 2019, realizando em 2020 sua primeira proposta de metodologia de Residência de Arte Contemporânea Híbrida, no Ateliê Livre do Museu de Arte e Cultura Popular da Universidade Federal de Mato Grosso (MACP/UFMT).

A ação, orientada por Ruth Albernaz, contou com Carla Renck, Livia Bertges, Pedro Duarte e Reinaldo Mota. Por meio de rodas de conversa e oficinas abertas ao público, a ocupação ocorreu de janeiro a outubro de 2020, sendo virtualizada a partir de março.

Mais informações sobre o grupo podem ser encontradas no site e nas redes sociais: instagram.com/casacorpoartes e www.casacorpoartes.com.br. Quaisquer dúvidas podem ser enviadas pelo link:
https://chat.whatsapp.com/HHNp6YfyMCuHMi9NzJ0Np1

Com assessoria

Digiqole ad

Elloise Guedes - Mais Que Fato

https://maisquefato.com.br/

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *