Parceria busca coibir violência patrimonial contra idosos

 Parceria busca coibir violência patrimonial contra idosos

Representantes do Ministério Público do Estado de Mato Grosso e da Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso (Anoreg) reuniram-se essa semana para discutir formas de divulgação e utilização de plataforma online voltada à comunicação de possíveis tentativas de violência patrimonial ou financeira contra idosos. Uma parceria entre o MPMT e a Anoreg deve viabilizar às Promotorias de Justiça o acesso direto às ocorrências para que a instituição possa intensificar a atuação em defesa de idosos.

O procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, destacou a importância da discussão e lembrou que ela ocorre justamente na semana em que se comemorou o Dia Mundial de Conscientização Contra a Violência e o Abuso da Pessoa Idosa (15 de Junho). “Assim como a violência física e a psicológica, a patrimonial também atinge muitos idosos. Dados mais recentes do canal Disque 100 apontam que os casos de violência patrimonial contra a pessoa idosa, em 2019, tiveram um aumento de 19% e que, em 2020, com o isolamento social imposto pela pandemia, a situação tornou-se cada vez mais crítica”, enfatizou o procurador-geral de Justiça.

Durante a reunião, ficou acordado que nos próximos dias haverá um novo encontro com as demais instituições que atuam na defesa do idoso, como Defensoria Pública, Polícia Civil e conselhos gestores, para definição dos fluxos de comunicação das ocorrências. A reunião realizada nesta quinta-feira contou também com a participação dos promotores de Justiça Claudio Cesar Mateo Cavalcante e Wagner Cezar Fachone, e da superintendente da Anoreg, Anete Ribeiro.

A violência patrimonial corresponde a práticas ilícitas que comprometam o patrimônio do idoso, como antecipação de herança, realização de doação de bens, elaboração de procurações, cessão de poderes para decisões financeiras ou de testamento, entre outras.

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *