Pilotos agrícolas são treinados para auxiliar no combate aos incêndios no Pantanal

 Pilotos agrícolas são treinados para auxiliar no combate aos incêndios no Pantanal

O Governo de Mato Grosso, por meio o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) iniciou nesta sexta-feira (25.06), em Santo Antônio de Leverger (distante a 35 km de Cuiabá) a capacitação de 80 pilotos agrícolas de diversas regiões do Estado sobre o uso de aeronaves na aplicação de retardantes na vegetação. O material é aplicado para bloquear o avanço das chamas e evitar os grandes incêndios florestais, principalmente no Pantanal.

Durante a manhã, no primeiro módulo do curso os pilotos participaram de palestras com empresas de produtos retardantes, traçando um panorama geral sobre as técnicas de demarcação das áreas, aplicação do produto e forma como essa técnica deve contribuir no combate às queimadas.

“Os pilotos agrícolas têm uma grande experiência nesses voos, por isso, vamos capacitá-los para fazer o combate direto aos incêndios florestais em Mato Groso. Queremos deixar todos preparados para colaborar nesta atividade de combate utilizando as aeronaves agrícolas no período de estiagem”, declarou o comande-geral do CMB, coronel Alessandro Borges.

No segundo módulo, os pilotos foram até o campo, dentro de uma propriedade particular, para observar a parte prática do curso e acompanhar os testes com aplicação de retardantes. Para essa demonstração, os militares do CBM reservaram uma área de 1 hectare para atear do fogo na vegetação.  A aplicação dos produtos foi realizado em faixas, que bloquearam o avanço das chamas nas demais áreas.

O piloto agrícola, Paulo Albano, do município de Campo Novo do Parecis, possui experiência no combate aos incêndios com uso de aeronave e também de retardantes, mas fez questão de aperfeiçoar seus conhecimentos. “Estou aqui reforçar a capacitação e os cuidados para agir de forma correta”.

O curso é ministrado no Aeroporto de Santo Antônio, onde fica instalado o 2° Pelotão Independente CBM. O batalhão conta com a parceria de entidades do setor rural: Associação de Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Sistema Famato (Senar) e as empresas provadas dos produtos de retardantes.

A secretária estadual de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, avalia que a capacitação dos pilotos vai “ampliar a capacidade de resposta do Estado de Mato Grosso para atuar no início dos incêndios florestais”.

Ainda de acordo Lazzaretti, essas ações demonstram o compromisso asssumido pelo Governo ao amliar as medidas preventivas, ser mais eficiente nas ações de combate e somar esforços com o setor privado para evitar o mesmo cenário de 2020.

Os demais módulos do curso ainda continuam neste sábado (26.06), com ensinamentos teóricos e práticos que serão concluídos às 12h.

A execução de mais uma etapa da capacitação, faz parte do Plano de Operações para a Temporada de Incêndios Florestais (POTIF 2021) e tem o objetivo de posicionar equipes de bombeiros militares para promover ações preventivas e minimizar os impactos provocados pelos incêndios no Pantanal. (Com Governo de Mato Grosso)

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *