Primeira-dama busca quebrar tabu da pobreza menstrual no Siminina

 Primeira-dama busca quebrar tabu da pobreza menstrual no Siminina

A primeira-dama Márcia Pinheiro entregou mais de 300 absorventes, na última semana, para as meninas do programa Siminina que estão em seu primeiro ciclo menstrual. A iniciativa realizada pelo Núcleo de Apoio à Primeira-dama e a Secretaria Municipal da Mulher, via projeto ‘Cuiabá Por Elas’, busca quebrar o tabu da pobreza menstrual como a falta de informação e os preconceitos ligados ao machismo.

Segundo Márcia, a menstruação é um assunto tão negligenciado na sociedade que passa despercebido que muitas mulheres e meninas não possuem condições de manter a higiene pessoal durante esse período.

“Nós lemos uma pesquisa que 22% das meninas no Brasil, entre 12 a 14 anos, não possui o acesso aos produtos adequados para a higienização. Os custos ajudam a dificultar esse acesso, então estamos promovendo essa arrecadação para ajudar essas meninas em vulnerabilidade social”, disse Márcia.

Entretanto, a primeira-dama ressalta que o intuito é ir além da arrecadação para também levantar o debate sobre o assunto que é estigmatizado pela sociedade, o que contribui para a desinformação de meninas e mulheres em todo o Brasil.

“Nós iremos começar a promover essa educação no Siminina no intuito de preparar as nossas meninas para essa transformação corporal de modo que elas ganhem confiança para falar abertamente sobre o assunto que é natural da condição humana. Não podemos permitir que a vergonha, que a falta de informação sobre a menstruação seja um tabu que atrapalhe a vida das nossas meninas e mulheres”, explicou.

De acordo com a Always, uma das maiores fabricantes de absorventes, 35% das meninas que não possuem acesso ao produto deixam de ir à escola, praticar esportes e sair de casa por conta da vergonha da falta de condições de higienização.

A campanha já arrecadou, até o momento, 6,5 mil absorventes em doações feitas pelo Sicoob social, Câmara de Vereadores de Cuiabá e Clube Feminino Acácia. Os pontos de coleta em funcionamento estão presentes no Palácio Alencastro, Sala da Mulher (Câmara de Vereadores de Cuiabá), Hospital Municipal de Cuiabá e São Benedito.

“Nós estamos hoje com quatro pontos de recolhimento e as pessoas que queiram doar podem entrar em contato com a secretaria ou pelas nossas redes sociais que iremos buscar”, frisou Luciana Zamproni, titular da pasta da Mulher.

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *