Taxa de ocupação de leitos de UTI por causa da Covid-19 apresenta redução

 Taxa de ocupação de leitos de UTI por causa da Covid-19 apresenta redução

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) divulgou, nesta segunda-feira (05), o Informe Epidemiológico sobre os casos de Covid-19, em Cuiabá. O levantamento apontou a melhora nas taxas de ocupação de leitos UTI adultos no Sistema Único de Saúde em todo país. Mato Grosso acompanhou a tendência e saiu da zona de alerta crítico, com índice maior ou igual a 90% e entrou na zona de alerta intermediário, entre 60 e 80%.

Outro dado apontado pelo Informe é que do total de internações, desde 2020, mais da metade foram em leitos pactuados pelo SUS. Cuiabá já soma 8.443 internações. O Informe Epidemiológico é feito a cada 15 dias para acompanhar ritmo de contaminação, internação e imunização.

O objetivo do Informe é monitorar o padrão de morbidade e mortalidade e descrever as características clínicas e epidemiológicas dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG pelo SARS-Cov-2 em residentes no município de Cuiabá. Dando continuidade à divulgação de informações sobre a Covid-19 em Cuiabá, esse é o 57º informe produzido, no qual apresentamos as informações desde a data da notificação do primeiro caso em Cuiabá até a 26ª Semana Epidemiológica (SE), compreendendo o período de 14 de março de 2020 a 03 de julho de 2021.

Em 03 de julho de 2021, o Brasil acumulava 18.742.025 casos confirmados de Covid- 19 e 523.587 mortes. Já Mato Grosso registrava 453.047 casos confirmados e 11.9122 óbitos, indicando aumento de 3,9% dos casos e 4,2% de óbitos em duas semanas.

Desde a confirmação do primeiro caso de Covid-19 em residentes em Cuiabá (14 de março de 2020) até 19 de junho de 2021 foram registrados 93.777 casos e dentre eles 89.297 (95,2%) estão recuperados e 1,2% (1.157) em monitoramento (isolamento domiciliar). Em Mato Grosso, o índice de recuperação é de 95,1% e em monitoramento, 2,0% e no Brasil, 91,0% e 6,3% respectivamente.

Destaques do período de 14 de março de 2020 a 19 de junho de 2021

– Foram registrados 93.777 casos de Covid-19 residentes em Cuiabá, 95,2% recuperados; 8.443 internações e 3.056 mortes. Nas duas últimas semanas (SE 25 e SE 26) foram notificados 1.083 casos, 166 internações e 57 óbitos.

– A média de idade dos pacientes internados em 2020 era de 56,2 anos de idade e em 2021 foi de 53,6 anos. Entre aqueles que foram a óbito a média de idade em 2020 foi de 65,9 anos e em 2021 de 61,7 anos, indicando o rejuvenescimento da epidemia na capital.

– Entre os pacientes internados com evolução do caso, 41,9% dos idosos (1.422/3.392), 17,4% (851/4.735) dos adultos, e 9,3% (15/162) das crianças e adolescentes foram a óbito.

– A partir de dezembro de 2020 se tem registrado o aumento de mortes, e esse padrão persistiu nos quatro primeiros meses de 2021. Apesar da tendência de redução no número de óbitos nos meses de maio (SE 18 e 22; 02 de maio a 05 de junho de 2021) e junho (SE 23 e 26; 06 de junho a 03 de julho de 2021), ainda há um quantitativo de óbitos elevado, com 32 e 25 óbitos nas SE 25 e SE 26, respectivamente.

– Em 03 de julho as taxas de ocupação de leitos de UTI adulto e infantil foram inferiores às observadas em 19 de junho, entretanto a de enfermaria aumentou.

– A taxa de transmissão do vírus nas duas últimas semanas foi estimada em 0,89 com a amplitude do intervalo de confiança indicando valores de transmissão superiores a 1,0.

– Desde 20 de janeiro, foram aplicadas 285.769 doses, sendo 213.508 com a 1ª dose, 68.691com a 2ª dose e 3.570 com dose única. Observamos que cerca de 32% das pessoas que receberam a primeira dose já foram imunizadas.

– A efetividade da vacina pode ser evidenciada pela redução percentual das internações e mortes em idosos, grupo prioritário para aplicação da vacina contra Covid-19, sendo esses os primeiros a receberem a vacina na capital.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.