Triste recorde: MT registra 86 mortes pela Covid-19 em 24h; maior desde o início da pandemia

 Triste recorde: MT registra 86 mortes pela Covid-19 em 24h; maior desde o início da pandemia

(Foto: Shutterstock Agência Brasil)

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (15.03), 274.788 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 6.456 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 2.556 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 274.788 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.626 estão em isolamento domiciliar e 253.805 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 466  internações em UTIs públicas e 530 enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 94,7% para UTIs adulto e em 66% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (59.300), Rondonópolis (21.535), Várzea Grande (17.157), Sinop (13.784), Sorriso (10.905), Tangará da Serra (10.407), Lucas do Rio Verde (9.744), Primavera do Leste (8.218), Cáceres (6.025) e Nova Mutum (5.367).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 239.789 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 982 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último domingo (14), o Governo Federal confirmou o total de 11.483.370 casos da Covid-19 no Brasil e 278.229 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 11.439.558 casos da Covid-19 no Brasil e 277.102 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta segunda-feira (15).

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *