Cidade do ES começa a vacinar população de 18 a 49 anos com meia dose da AstraZeneca para estudo

 Cidade do ES começa a vacinar população de 18 a 49 anos com meia dose da AstraZeneca para estudo

Foto: Roger Santana/ TV Gazeta

Viana, na região Metropolitana de Vitória, iniciou a vacinação em massa de pessoas de 18 a 49 anos na manhã deste domingo (13). A iniciativa faz parte de um estudo do Governo do Espírito Santo e da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) para avaliar a eficácia de meia dose da AstraZeneca.

Mortes e casos de Covid-19 em Viana

A cidade tem 79 mil habitantes, e 35 mil deles fazem parte da faixa etária que pode receber a vacina. A participação é voluntária. A meta do estudo é que 85% do público-alvo seja vacinado neste domingo, o que dá mais de 29 mil pessoas.

Os vacinados serão monitorados. Um grupo de 600 pessoas, escolhidas aleatoriamente, será convidado para coleta de sangue, que irá avaliar a capacidade de a meia dose gerar anticorpos contra o novo coronavírus.

A vacinação acontece de 8h às 17h, em 35 locais e 178 salas de vacinação.

A auxiliar administrativo Luciana Silva de Almeida, 25 anos, é moradora de Vila Bethânia e recebeu a dose fracionada da vacina nesta manhã.

“Estou bem animada sobre a vacinação. Estou com a expectativa altíssima que esse estudo dê o melhor resultado possível de uma solução para a sociedade. O meu ver, tudo isso que vamos vivenciar é a demonstração do desenvolvimento do município, que gera pontos também para o estado e para o país. A população vianense está em prol do desenvolvimento, aberta a novas mudanças e com força de vontade para vencer esse vírus”, declarou Luciana.

Os voluntários receberão a dose de reforço no mesmo intervalo adotado para a dose padrão, que é de 90 dias.

Até a noite deste sábado (12), 16 mil moradores haviam se inscrito para fazer parte do estudo e receber a vacina. O prefeito do município, Wanderson Bueno (PODE), informou que quem não agendou também pode comparecer a um dos locais de vacinação e receber a 1ª dose do imunizante.

As 15 mil doses para o estudo foram doadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

Vacina em massa em Viana: veja perguntas e respostas

Primeira etapa

A primeira etapa do estudo aconteceu nesse sábado (12), quando um grupo de 242 participantes tiveram uma amostra de sangue recolhida e receberam meia dose da vacina da AstraZeneca.

Qual é o objetivo do estudo?

O “Projeto Viana” é um estudo científico denominado “Efetividade, Segurança e Imunogenicidade da Meia Dose da Vacina ChAdOx1 nCoV-19 (AZD1222) para Covid-19” que avaliará a capacidade de meia dose da vacina AstraZeneca reduzir o número de casos de Covid-19 na cidade de Viana, na Região Metropolitana da Grande Vitória. A iniciativa combina vacinação em massa com dose ajustada, acompanhamento da resposta imune e sequenciamento genético do novo coronavírus.

Por que fazer esse estudo?

A Covid-19 é uma doença produzida por um vírus que se transmite de uma pessoa para outra, principalmente pela respiração. É um vírus com alto poder de infectar as pessoas. A maneira mais eficiente para prevenção dessa doença, assim como outras doenças produzidas por vírus, é a vacinação da população. Tendo em vista a escassez de vacina para todos, o Brasil começou a imunização por grupos prioritários. Assim, para conseguir vacinar o maior número possível de pessoas, o “Projeto Viana” tem o objetivo de verificar se a aplicação de uma dose ajustada (meia dose) da vacina AstraZeneca é capaz de evitar que as pessoas tenham Covid-19 e, principalmente, se é capaz de evitar casos graves da doença. A comprovação da eficácia desse esquema poderá dobrar a capacidade de vacinação com a mesma quantidade de ingrediente farmacêutico ativo.

Qual é a população alvo?

Toda a população adulta de 18 a 49 anos que não faz parte de grupos prioritários estabelecidos no Plano Nacional de Imunização (PNI) poderá participar. A projeção da população-alvo para o estudo é composta por cerca de 35 mil pessoas que, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são: 7.154 pessoas entre 18-29 anos; 10.863 pessoas entre 30-39 anos; 8.287 pessoas entre 40-49 anos, totalizando 34.867. Considerando a população selecionada, a meta é alcançar 85% de cobertura vacinal – 29.637 pessoas, sendo, aproximadamente, 47% do sexo feminino e 53% do masculino.

Sou obrigado a participar?

A participação no estudo é voluntária e o cidadão vianense que quiser participar deverá assinar um termo de consentimento no momento do agendamento, antes de receber a primeira dose da vacina.

Como será a vacinação?

Os moradores de 18 a 49 anos, que não estejam em grupos prioritários, que ainda não tenham recebido nenhuma dose de vacina para Covid-19, receberão duas doses, com intervalo de 12 semanas entre elas, de metade da dose padrão (0,25 ml).

Vou ter a garantia da segunda dose?

Sim. Ao tomar a primeira dose, o cidadão terá a garantia e será agendado para receber a segunda dose.

A vacina aplicada já foi testada antes?

Sim. A vacina aplicada será a AstraZeneca, que tem autorização definitiva pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso no Brasil. Ela foi produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), distribuída e doada pelo PNI do Ministério da Saúde.

Por G1

Digiqole ad

Elloise Guedes - Mais Que Fato

https://maisquefato.com.br/

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *