Ensino médio retoma aulas presenciais em SP nesta terça-feira, 3

 Ensino médio retoma aulas presenciais em SP nesta terça-feira, 3

(Foto: Reprodução/GloboNews)

A partir desta terça-feira (3), escolas municipais, estaduais e privadas podem retomar aulas regulares presenciais do ensino médio na cidade de São Paulo. O retorno às aulas é optativo.

A retomada foi autorizada pela Prefeitura em outubro. Devido à pandemia de Covid-19, as aulas regulares presenciais estavam suspensas desde março na capital, quando foi implantada a quarentena para prevenir a propagação do coronavírus.

A volta do ensino médio afeta principalmente escolas particulares e estaduais. A rede estadual tem cerca de 311 mil alunos matriculados no ensino médio em 611 escolas na capital. Já na rede municipal são 2.410 matriculados em oito escolas.

A prefeitura não divulgou o percentual máximo de estudantes que podem voltar agora, mas as escolas precisam garantir uma distância mínima de 1,5 metro entre eles nas salas de aula.

O sindicato das escolas particulares afirma que os colégios estão preparados para a volta dos alunos desde julho.

“A gente já tá preparado desde julho pra essa volta. Quando foram suspensas as aulas as escolas começaram a se preparar, começaram a fazer mudanças em layout, investiram em protocolos, em equipamentos, pra poder melhorar a condição sanitária da escola”, afirma Benjamin Ribeiro da Silva, presidente do Sindicato Dos Estabelecimentos De Ensino Do Estado De São Paulo (Sieesp).

De acordo com o prefeito Bruno Covas, que autorizou a volta às aulas do ensino médio, o retorno é voluntário, ou seja, os pais podem decidir que os filhos retornam ou não às escolas.

“Lembrando que essa autorização para o retorno é para as três redes: a rede municipal, a rede estadual e a rede privada. Ela é voluntária para os pais, de acordo com a decisão já do Conselho Nacional de Educação, e ela deve seguir os protocolos sanitários já estabelecidos”, afirmou Covas.

A operador de caixa Cléia Maria, mãe do estudante Nicholas, de 17 anos, já decidiu que o filho não volta às aulas presenciais nesta terça.

“Aqui em casa eu e minha mãe somos do grupo de risco e eu ainda não acho tão confiável ele ir até a escola. Primeiro porque ele pega transporte também, tem essa também, além da escola ele pega transporte”, explica.

Volta às aulas em SP

VOLTA ÀS AULAS EM SP: Alunos fazem atividade física com distanciamento na Escola Estadual Thomaz Rodrigues Alckmin, no bairro do Itaim Paulista, na Zona Leste da cidade de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (7) — Foto: Werther Santana/Estadão Conteúdo
VOLTA ÀS AULAS EM SP: Alunos fazem atividade física com distanciamento na Escola Estadual Thomaz Rodrigues Alckmin, no bairro do Itaim Paulista, na Zona Leste da cidade de São Paulo, na manhã desta quarta-feira (7) — Foto: Werther Santana/Estadão Conteúdo

Os estudantes dos ensinos infantil e fundamental podem ter apenas atividades extracurriculares de forma presencial. O ensino regular, para estes alunos, continua à distância.

Como será a volta às aulas:

  • Ensino infantil: apenas atividades extracurriculares presenciais
  • Ensino fundamental: apenas atividades extracurriculares presenciais
  • Ensino médio: retorno às aulas presenciais nesta terça (3)

Após a divulgação da segunda fase do censo sorológico feito nos estudantes da rede municipal, prevista para 19 de novembro, será definida a data de retorno dos demais alunos.

Os alunos do ensino médio que decidirem voltar para as escolas farão uma prova para medir o que aprenderam no período de aulas remotas. Com o resultado dessa avaliação, serão definidas estratégias de reforço pedagógico.

Retorno dos professores

Professora Eliane Conconi conversa com alunos em sala de aula da escola Thomaz Rodrigues Alckmin, no primeiro dia de retorno das escolas do estado de São Paulo para atividades extracurriculares — Foto: Amanda Perobelli/Reuters
Professora Eliane Conconi conversa com alunos em sala de aula da escola Thomaz Rodrigues Alckmin, no primeiro dia de retorno das escolas do estado de São Paulo para atividades extracurriculares — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

A primeira fase do censo sorológico realizada com alunos, professores e funcionários da rede municipal de ensino, divulgada em outubro, mostrou que 13,2% do público alvo já teve contato com o vírus da Covid-19. Entre os positivos, as crianças e adolescentes são a maioria dos infectados.

A primeira fase realizou testes em 65.400 mil pessoas até 21 de outubro.

De acordo com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), somente os docentes que já tiveram a doença retornarão para as escolas.

O censo é um levantamento realizado pela Prefeitura de São Paulo em toda a rede municipal de ensino e realiza exames sorológicos que avaliam a presença de anticorpos específicos no sangue, identificando quem já teve o novo coronavírus. No entanto, a presença de anticorpos no organismo não significa que a pessoa esteja imune.

(Por G1 SP e TV Globo- São Paulo)

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *