Jornalista é encontrado com pernas e braços quebrados após ter sido sequestrado em Roraima

 Jornalista é encontrado com pernas e braços quebrados após ter sido sequestrado em Roraima

(Foto: arquivo pessoal)

O jornalista Romano dos Anjos, de 40 anos, que havia sido sequestrado na própria casa, foi encontrado vivo na região do Bom Intento, zona Rural de Boa Vista, na manhã desta terça-feira (27). Ele teve as pernas e os braços quebrados, de acordo com a Polícia Civil.

O jornalista estava ferido, informou o coronel Miramilton de Souza, subcomandante da Polícia Militar de Roraima. Romando dos Anjos foi levado ao pronto socorro do Hospital Geral de Roraima (HGR).

“Ele foi achado por um funcionário da Roraima Energia que estava fazendo uma medição em uma área rural, na segunda ponte do Bom Intento. Ele estava machucado, consciente, mas um pouco abalado”, disse o coronel, que acompanhou a chegada de Romano no HGR.

Inicialmente, a PM informou que o jornalista havia sido encontrado amarrado. Depois, no entanto, o delegado geral da Polícia Civil, Herbert Amorim, que conversou com o jornalista, disse que na noite desta segunda, depois de ter sido abandonado pelos bandidos, Romando dos Anjos conseguiu tirar a venda dos olhos com o braço e soltar os pés.

Romano passou a noite em uma área de pasto e dormiu próximo a uma árvore. Na manhã desta terça, ele começou a andar e acabou sendo encontrado pelo funcionário da Roraima Energia.

“Ele falou que teve um senso de direção e caminhou, mesmo machucado, com as mãos amarradas com uma fita. As pernas foram amarradas, mas ele soltou antes de começar a caminhada”, disse o coronel Miramilton.

No momento do sequestro, o jornalista estava em casa, jantando com a esposa, quando bandidos encapuzados e armados invadiram o imóvel, por volta de 20h40 desta segunda-feira (26), no bairro Aeroporto, zona Oeste.

Ele foi levado no próprio carro. Minutos depois, o veículo foi encontrado às margens da BR-174, sentido Norte, antes da ponte do Rio Cauamé. O aparelho celular de Romano, também levado no crime, foi achado pela polícia em um terreno baldio e estava com as informações apagadas.

O jornalista é apresentador da TV Imperial, afiliada da Rede Record em Roraima. Ainda na noite de segunda a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) informou que, após o sequestro, acionou o serviço de inteligência para apurar o crime.

Romano dos Anjos foi atendido na ambulância dos Bombeiros após ter sido encomtrado — Foto: Bombeiros/Divulgação
Foto: Bombeiros/Divulgação

Relatou agressão com pedaço de pau

 

Jornalista Romano dos Anjos sorri em selfie com o delegado geral da Polícia Civil, Herbert Amorim, dentro da ambulância dos Bombeiros após sequestro — Foto: Arquivo pessoal

Jornalista Romano dos Anjos sorri em selfie com o delegado geral da Polícia Civil, Herbert Amorim, dentro da ambulância dos Bombeiros após sequestro — Foto: Arquivo pessoal.

Romano foi transportado ao hospital em uma ambulância dos Bombeiros. Os militares usaram uma manta térmica no atendimento.

Uma foto que circula nas redes sociais mostra o jornalista dentro da ambulância, sorrindo em uma selfie com o delegado Amorim (veja imagem acima).

No HGR, iria fazer exames de raios X que apontassem exatamente os locais das fraturas. O jornalista relatou aos médicos ter sido bastante agredido com pedaços de pau.

“Foram múltiplas fraturas na região dos membros inferiores e superiores. Não teve fratura exposta”, afirmou o médico Murilo Sena, que atendeu o jornalista no hospital.

Associações pedem providências

Em nota divulgada na manhã desta terça, a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), a Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) publicaram nota de repúdio ao sequestro de Romano dos Anjos e pediu “rigorosa apuração”.

“Romano é apresentador de um dos maiores programas policiais de Roraima. O jornalista foi sequestrado em seu próprio carro por três homens armados e encapuzados que invadiram sua casa e deixaram a esposa, a também jornalista Nattacha Vasconcelos, amarrada. Horas depois, o carro de Romano foi encontrado carbonizado nas margens da BR-174”, diz o comunicado.

“Na manhã desta terça-feira, o jornalista foi encontrado amarrado na zona rural da cidade, com ferimentos no braço. Abert, Aner e ANJ pedem providências imediatas às autoridades locais e federais para o esclarecimento do caso e uma rigorosa apuração dos fatos”.

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *