Socialistas reagem à ameaça de ruptura democrática

 Socialistas reagem à ameaça de ruptura democrática

Os socialistas reagiram com veemência às ameaças de ruptura democrática neste 7 de Setembro. O dia é marcado por atos bolsonaristas com pautas antidemocráticas como o fechamento do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF).

O líder da Oposição deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) pede que a população se mantenha firme.

O líder da Minoria Marcelo Freixo (PSB-RJ) afirma que a “arruaça” promovida por Bolsonaro é para que ele e seus filhos escapem da prisão.

O deputado Camilo Capiberibe (PSB-AP) afirma que o “risco de ruptura institucional” para salvar a família Bolsonaro da cadeia.

E completa:

 

 

O deputado Bira do Pindaré (PSB-MA) resume o sentimento do 7 de Setembro.

O deputado Tadeu Alencar (PSB-PE) destaca vários dos problemas que o país enfrenta hoje graças à falha generalizada de Bolsonaro em todos os setores.

Já Gervásio Maia (PSB-PB) lembra que o país está “desigual” e “dividido” com a população sofrendo a crise sanitária e econômica.

Para o deputado Rafael Motta (PSB-RN) defende a importância de “lutar por liberdade”.

O socialista Denis Bezerra (PSB-CE) lembra que liberdade de expressão é bem diferente de ameaçar a democracia.

O socialista Milton Coelho (PSB-PE) defende “ditadura nunca mais”.

Enquanto deputado Heitor Schuch (PSB-RS) defende o diálogo.

O governador do Maranhão Flávio Dino (PSB) destaca que a única arma contra os arroubos antidemocráticos é a Constituição.

Renato Casagrande (PSB), governador do Espírito Santo, afirma que “juntos construiremos um país justo”.

O ex-governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg (PSB), acredita que “esse pesadelo vai passar”.

O caos começou ainda na noite de segunda-feira (6). No momento em que bolsonaristas furaram um bloqueio da Polícia Militar (PM) na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, um policial sacou a arma para tentar, em vão, conter os manifestantes.

Digiqole ad

Roger - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.