Funcionamento fora de horário permitido lidera ‘ranking’ de infrações; Sorp apresenta balanço mensal de operações

 Funcionamento fora de horário permitido lidera ‘ranking’ de infrações; Sorp apresenta balanço mensal de operações

A Secretaria de Ordem Pública do Município (Sorp) apresenta um balanço mensal dos trabalhos de fiscalizações durante esse período de pandemia. A maior parte dos estabelecimentos fiscalizados na capital foi autuado/notificado por estar em funcionamento após às 22h, em desacordo com as normativas municipais vigentes. As ações fiscais ocorreram entre os dias 01/04/2021 a 03/05/2021.

No total, foram 44 estabelecimentos verificados e que receberam ou um auto de infração, auto de notificação ou termo de suspensão ou redução de atividade. O valor total das multas foi de R$260.609,08 mil. Um dos pontos multados por estar funcionando fora do horário permitido foi um bar na região do Verdão. O valor da multa aplicada ao estabelecimento foi de R$ 30 mil, considerando a reicidência da prática. Outro ponto que estava em desacordo com as normas foi um bar localizado na avenida Tenente Coronel Duarte, foi multado em R$ 60 mil.  Conforme a notificação, o local realizava uma promoção de evento / atividade que causa aglomeração. E ainda, estava com alvará de bar funcionando na prática como casa de show.

“A gestão Emanuel Pinheiro tem sensibilidade, nos colocamos no lugar das pessoas, mas, chega a um determinado momento que teremos que fechar o local porque existem estabelecimentos que os fiscais vão lá, alerta, pede, conversa, e mesmo assim, persistem em querer desrespeitar as regras. Entendemos que todos têm que trabalhar, mas, por favor, trabalhem no horário permitido e cumpram as medidas de biossegurança. Trabalhem com segurança e  respeitem às medidas de biossegurança, use álcool, máscara e faça o distanciamento social”, pediu.

A Secretaria de Ordem Pública trabalha mediante a recebimentos de denúncias e não tem prerrogativa de investigar onde ocorrem aglomerações ou festas clandestinas.  E é por isso que a Secretaria disponibiliza o número  (65- 3616-9614) para que a população denuncie  eventos que descumprem as medidas de biossegurança. Denúncias podem ser feitas no 190 da Polícia Militar.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *