PF desarticula quadrilha que desviou R$ 18 milhões de prefeituras com contas na Caixa Econômica

 PF desarticula quadrilha que desviou R$ 18 milhões de prefeituras com contas na Caixa Econômica

(Foto: reprodução)

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (16), a Operação Dois Fatores contra organização criminosa suspeita de desviar mais de R$ 18 milhões das contas de prefeituras municipais. O objetivo da operação é desmanchar o grupo criminoso que cometia fraudes bancários pela internet.

Ao todo, 70 policiais federais cumprem 28 mandados judiciais, sendo 11 de prisão e 17 de busca e apreensão em Goiás, Pará, São Paulo, Maranhão, Bahia e Distrito Federal.

Segundo as investigações, diversas prefeituras eram alvos da organização criminosa, em que desviavam o dinheiro das contas na Caixa Econômica Federal.

A investigação teve início a partir de denúncia formulada pela Caixa Econômica Federal que relatava a ocorrência, em poucas horas, de transações fraudulentas que somavam mais de R$ 2 milhões em prejuízo de conta bancária da Prefeitura de Pontes e Lacerda/MT, município localizado a 443 km de Cuiabá/MT. Em um intervalo de quatro dias o prejuízo potencial dos ataques cibernéticos a prefeituras foi superior a R$ 18 milhões.

A ação conjunta entre a Polícia Federal e a Caixa evitou que o prejuízo fosse ainda maior.

Na ação de hoje, a Polícia Federal visa, além da prisão dos operadores das fraudes e dos beneficiários das transferências fraudulentas, angariar mais provas relacionadas aos crimes cometidos, apreender bens obtidos com o proveito dos ataques cibernéticos e recuperar valores convertidos em criptomoedas.

As ordens foram expedidas pela 2ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Cáceres (a 250 km de Cuiabá).

Os responsáveis pelas condutas delitivas investigadas serão indiciados pela prática dos crimes de “Invasão de Dispositivo Informático Mediante Fraude” e “Furto Qualificado”, previstos nos Arts. 154-A, § 3º e 155, § 4º, II do Código Penal, respectivamente.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *