Polícia recupera joias de mais uma vítima de personal avaliadas em R$ 33 mil

 Polícia recupera joias de mais uma vítima de personal avaliadas em R$ 33 mil

(Foto: reprodução)

A Polícia Civil recuperou, nesta terça-feira (29), mais R$ 33 mil em joias furtadas por uma personal trainer, em Cuiabá. As peças são de mais uma aluna da personal, que as roubou em abril de 2019. As joias foram encontradas com a suspeita.

Segundo o delegado da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), Guilherme Bertoli, a vítima procurou a polícia e registrou boletim de ocorrência na semana passada.

A mulher relatou que teve furtado um anel solitário de diamante, avaliado em R$ 15 mil, e uma meia aliança com pedras incrustadas avaliada em R$ 18 mil.

A vítima informou que as peças foram roubadas em 2019, quando tinha aulas com a personal, mesmo período em que as joias sumiram de seu apartamento, no bairro Santa Rosa, na Capital.

Na época, a aluna disse que chegou a comentar com a personal que suas peças teriam sumido e a profissional descreveu as joias, sem que a vítima tivesse informado qualquer característica.

A personal foi ouvida pelo delegado a respeito da ocorrência e responderá pelo crime de furto qualificado pelo abuso de confiança, em um novo inquérito instaurado pela unidade especializada.

Outros furtos

No dia 18 de dezembro, a Derf Cuiabá esclareceu outros furtos praticados reiteradamente pela personal trainer, em uma residência de um condomínio de luxo, na Capital.

A investigação resultou na recuperação de peças de joias avaliadas em mais de R$ 1,4 milhão, além da apreensão de R$ 36 mil em dinheiro. Durante as diligências também foi identificado o receptador de um dos relógios furtados.

Entre as peças furtadas estavam outro relógio da marca Rolex e um anel de diamantes, avaliados aproximadamente em R$ 1 milhão. Diante dos fatos, a suspeita foi encaminhada para a delegacia para esclarecimentos.

Durante a oitiva, a personal confirmou os furtos do Rolex Rose e do anel, que estavam em sua residência, no bairro Despraiado. Ela confessou também que furtou outras peças, entre correntes, anéis, brincos e pulseiras.

Um dos relógios subtraídos foi vendido pelo valor de R$ 40 mil, para uma loja de joias na região central de Cuiabá. Na casa da personal foram apreendidos R$ 36 mil em dinheiro da venda do relógio e o restante do dinheiro ela informou que havia gastado com compras pessoais.

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *