Mendes diz que está “satisfeito” com promessas de Pazuello na distribuição de 230,7 milhões de doses

 Mendes diz que está “satisfeito” com promessas de Pazuello na distribuição de 230,7 milhões de doses

(Foto: Mayke Toscano/Secom)

O governador Mauro Mendes afirmou ter saído bastante satisfeito e confiante após a reunião com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, nesta quarta-feira (17.02). O anúncio é que o governo federal irá disponibilizar até julho 230,7 milhões de doses das vacinas contra a Covid-19 para todos os Estados.

Mauro Mendes participou da reunião junto com todos os governadores do país, por meio de videoconferência. Pazuello ficou de entregar o quantitativo de doses das vacinas que cada Estado irá receber direto aos chefes de Estado.

“Estou muito satisfeito e saio da reunião muito confiante de que com o que foi apresentado, podemos chegar até a metade do ano com 50% da população vacinada. As duas instituições, Butantan e Fiocruz, são muito sérias e esses contratos celebrados pelo Ministério da Saúde, acredito que serão cumpridos”, destacou Mauro Mendes.

Conforme o planejamento do Ministério da Saúde apresentado aos governadores, em fevereiro serão distribuídas 2 milhões de doses do imunizante produzido pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, importadas da Índia. Em março, serão mais 18 milhões de doses do Instituto Butantan e outras 16,9 milhões de vacinas da AstraZeneca.

O restante das doses está sendo negociado também com laboratórios russos e indianos.

Durante a reunião, o governador de Mato Grosso defendeu que os Estados com taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) até 85%, destinem  5% das doses para os estados com taxa maior.

“Já os Estados com taxa de ocupação acima de 85%, param de contribuir e aqueles que estão com mais de 95% dos leitos de UTI ocupados, passam a receber mais doses”, pontuou Mauro Mendes.

Na reunião, os governadores também pediram auxílio do governo federal para a compra de medicamentos e equipamentos de UTI, assim como a ampliação do número de leitos de terapia intensiva.

Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *