Prefeito autoriza início de processo licitatório da trincheira do Círculo Militar

 Prefeito autoriza início de processo licitatório da trincheira do Círculo Militar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, anunciou nesta manhã de quinta-feira (17), que autorizou o início do processo licitatório para obra  da trincheira na Avenida Miguel Sutil, em frente ao Círculo Militar. O anúncio foi feito à imprensa no ato de inauguração da mais nova estação de tratamento de água do município, a ETA Sul. O projeto básico e executivo da obra já foram entregues pelo deputado federal Emanuel Pinheiro Neto (PTB) ao Ministério do  Desenvolvimento Regional, em Brasília, para busca de recursos do Governo Federal. O valor estimado da obra é de R$ 62 milhões.

O prefeito anunciou também que o projeto do viaduto na Avenida Archimedes Pereira Lima (estrada do Moinho) com a avenida Rui Barbosa,  no bairro Jardim Universitário, em frente à fábrica da Brahma, já está pronto, porém, solicitou adequações.

“O deputado federal  Emanuelzinho  está pleiteando junto ao Ministério do  Desenvolvimento Regional, em Brasilia.  Já levamos o projeto executivo e o básico, porque não adianta levar só sonhos e pedidos. E a nossa gestão tem projetos e  planejamentos.  O desen volvimento na  mobilidade urbana está  avançando e com a ajuda do deputado Emanuelzinho que entregou nas  mãos do ministro o projeto desta grande obra que irá  irá transformar e desafogar o trânsito de Cuiabá. Isso é compromisso de campanha, vou cumprir e fazer muito mais”, prontificou.
O prefeito determinou que a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) realize estudos técnicos na rotatória do Centro de Eventos do Pantanal e Trevo Santa Rosa, para possivelmente implantar dois viadutos nesses pontos. Conforme Emanuel Pinheiro, os recursos para obras das trincheiras poderá ser financiada 100% pela fonte 100 da Prefeitura de Cuiabá. Já a trincheira da Miguel Sutil, o gestor, juntamente com o deputado Emanuelzinho buscam recursos  junto a União.
“Estou dependendo  de um estudo da Semob de contagem de vfeículos, movimento de pedestres, para ver custo e orçamento.  Cuiabá tem capacidade para realizar essas obras e Emanuelzinho está tentando a liberação de recursos com o Governo Federal. Estamos licitando e autorizei o ínicio do processo. Temos folga pra financiamento ou vamos avaliar o que podemos fazer com recursos próprios da prefeitura”, concluiu o prefeito.
Digiqole ad

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *