Prefeitura apoia criação de Fórum Popular para construção coletiva de políticas públicas culturais em Cuiabá

 Prefeitura apoia criação de Fórum Popular para construção coletiva de políticas públicas culturais em Cuiabá

A secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Rabello Leite Jacob participou de reunião deliberativa do Fórum Cuiabano de Cultura na última segunda-feira (07), por videoconferência e fez questão de ressaltar o apoio a classe artística na construção de um Fórum Popular Cuiabano de Cultura direcionado para dialogar sobre políticas públicas municipais. A gestora evidenciou que a Pasta está de portas abertas aos artistas locais.

“Estou muito feliz em ver a criação de um Fórum na minha gestão, porque não seria verdadeiro construir as políticas públicas sem a presença de vocês. Em meu primeiro mês a frente da Secretaria de Cultura demos um jeito na estrutura física da nossa sede, no segundo mês organizamos a estrutura jurídica e agora estamos dando seguimento ao Plano Municipal de Políticas Públicas. E eu quero dizer que a Secretaria nunca esteve tão aberta, o prefeito Emanuel Pinheiro está enxergando a Cultura com outro norte e é uma determinação dele que a Secretaria se aproxime da população, de vocês. Queremos ouvir a todos, precisamos da experiência de todos, fazer uma colcha de retalho que possa ser uma coberta boa para todos. Fico muito feliz com o Fórum e isso nos fortalece. Conto com vocês”, disse Carlina.

A estruturação de um Fórum Popular Cuiabano de Cultura, específico para discutir sobre políticas públicas a nível municipal foi uma das pautas sugeridas e acatadas em votação entre os presentes. O fortalecimento do Conselho Municipal de Cultura e estabelecimento do Plano Municipal também foram também assuntos abordados na reunião.

“Que a Secretaria seja para a população e não só para os artistas. Que a população seja ouvida, que o Plano seja um instrumento de escuta”, pontuou a gestora de programas sociais, Carolina Barros.

O secretário-adjunto Justino Astrevo explicou em sua fala a importância da implementação do Sistema Municipal de Cultura de Cuiabá (SMCC).

“O sistema é uma ferramenta importantíssima que nós temos de percepção da realidade, de construção de políticas e de formação, de qualificação de atuação continuada, porque é fruto de política de Estado e não de Governo, que serve para todas as gestões e no seu bojo que está contemplado o CPF: Conselho Municipal, Plano Municipal e Fundo Municipal. Na primeira gestão do prefeito Emanuel Pinheiro conseguimos avançar em tornar lei o Fundo, que deu mais possibilidade de captação de recursos, Fonte 100 e diversas outras, para ser menos engessado e também modificou a composição do Conselho, que foi inserida a Cultura Afro, que antes ficava no segmento de Cultura Popular e conseguimos avançar neste aspecto”, disse Justino.

O gestor ainda destacou as modificações positivas no processo eleitoral do Conselho Municipal de Política Cultural de Cuiabá, que foi realizada de forma segmentado e virtual, garantindo mais transparência e lisura ao processo. No total, cerca de 450 profissionais da cultura de Cuibá participaram do processo eleitoral. “Tivemos representatividade que considero importante. E para aprimorar, já que temos o Fundo, O Conselho, nos falta a construção de um Plano Municipal de Cultura, que tem que ser plural, ouvindo o segmento cultural todo, democratizar essa discussão porque ela tem que ser feita com a sociedade”, finalizou Astrevo.

Digiqole ad

Roger - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.