Russi acredita que lockdown será com determinação judicial, mesmo depois de negado pela AL

 Russi acredita que lockdown será com determinação judicial, mesmo depois de negado pela AL

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado estadual Max Russi (PSB), disse que mesmo que o projeto do Executivo Estadual, de um “feriadão” por 10 dias corrido, tenha sido negado pelos deputados, não acredita que o governador Mauro Mendes (DEM) emita um decreto determinando lockdown.

No entanto, ele admitiu que devido a situação na saúde em que o Estado se encontra, não descarta uma determinação judicial com medidas mais duras da Justiça de Mato Grosso, para conter o avanço da Covid-19.

“Acredito que talvez possa haver alguma medida judicial. Eu particularmente não descartaria nenhuma decisão nesse sentido e decisão judicial não se discute, se cumpre”, comentou o presidente logo após a sessão desta terça-feira (23).

Lembrando que, na votação do projeto do Executivo de antecipar os feriados para 10 dias corridos, nesta terça-feira (23), o próprio líder do Governo na Assembleia, deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), e o vice-líder, Wilson Santos (PSDB), votaram contra o projeto.

O único que votou a favor de uma quarentena rígida por 10 dias corridos em Mato Grosso, foi o deputado e médico sanitarista, Lúdio Cabral (PT).

Digiqole ad

Claryssa Amorim - Mais Que Fato

http://www.maisquefato.com.br

Notícias relacionadas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *